(92)4009-7100

(11)3377-7555

(91)3255-7105


(81)3378-2243

LiveZilla Live Help

FIEAM doa 115 toneladas de alimentos para famílias atingidas pela cheia
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir



Cerca de 30 empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) aderiram à campanha de solidariedade da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) no apoio às famílias atingidas pela cheia recorde do Estado. O presidente da FIEAM, Antonio Silva, acompanhado do presidente do Centro da Indústria (CIEAM), Wilson Périco, fez a entrega de 115 toneladas de alimentos para a primeira dama do Amazonas, Nejmi Aziz, nesta quarta-feira, 6, no Clube do Trabalhador, localizado no Aleixo, com a presença, também, de executivos que contribuíram com a iniciativa.

“Em pouco mais de 10 dias, a indústria amazonense superou a meta de arrecadar 100 toneladas para ajudar a população que sofre com a cheia do rio no Estado. A FIEAM deu início a essa ação no dia 25 de maio e teve um bom retorno das fábricas instaladas no PIM. A campanha mostra que a indústria amazonense, além de produzir, criar emprego e renda no Estado, também tem compromisso com a nossa população e um grande senso de responsabilidade social”, disse Antonio Silva.
 
O presidente da FIEAM destacou ainda que o Governo do Estado pode contar com a FIEAM e demais entidades de classe da indústria amazonense no que for necessário no amparo às famílias desabrigadas. De acordo com a Defesa Civil do Amazonas, no final de maio, haviam 80.365 famílias atingidas pela cheia.
Para a primeira dama, a mobilização é de grande importância para o Estado, destacando que a indústria amazonense está de parabéns por exercitar a prática da responsabilidade social e do amor ao próximo. “Vamos iniciar a distribuição dos alimentos doados, separando-os em cestas básicas para atender as famílias que passam por essa calamidade decorrente da cheia de nossos rios. Cada um pode fazer a sua parte e as empresas do PIM já estão fazendo”, disse Nejmi Aziz.
 
De acordo com a primeira dama, a prioridade de atendimento são os municípios mais atingidos, porém após a ação de entrega de donativos, será realizado um relatório com apresentação das empresas que contribuíram para amenizar o sofrimento das famílias atingidas pela enchente.
 
A Moto Honda contribuiu com 36 toneladas de alimentos doados tanto pela administração da empresa quanto pelos seus funcionários. Segundo o gerente de Gestão Ambiental e Responsabilidade Social, Renato Castrofo, a empresa lançou o desafio aos seus colaboradores de arrecadarem alimentos e tudo que fosse recolhido a Honda iria doar a mesma quantia. O resultado foi satisfatório e as contribuições e iniciativas de apoio continuam.
 
“A responsabilidade sócio-ambiental da Moto Honda é uma política da empresa e que todos os seus funcionários praticam. Propor esse desafio, nos comprometendo em dobrar a quantidade de alimentos arrecadados, foi muito bom. Além de sermos a maior empresa do PIM também cumprimos rigorosamente com nossa responsabilidade social e essa campanha nos permitiu colocar em prática mais uma vez a nossa política”, declarou Castrofo.
 
No dia 5, o nível do rio Negro desceu mais de dois centímetros, registrando a marca de 29,92 metros. De acordo com o Serviço Geológico do Brasil, nos próximos dias, inicia-se o período da vazante, porém com diminuição gradativa do nível de águas. Além da FIEAM, CIEAM, a Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Amazonas também participou das doações.


Comentários
Não há comentarios ou sob avaliação
Enviar Comentário




« Voltar